23 julho, 2011

Doença Celíaca na Mídia - Isis Valverde no Estudio i

Não faz muito tempo que postei um matéria que conta a dieta da atriz Isis Valverde. Nesse post aqui. 
Esse mês para surpresa de muitos celíacos, a atriz no programa Estudio i na Globo News, falou sobre as suas dificuldades do dia a dia em conviver com a restrição ao glúten. Vale a pena conferir e divulgar:


21 julho, 2011

Mundo Colorido da Isadora - Quitutes Salgados

Quitutes Sem Glúten Salgados que esse Mundo Colorido teve:

Na escola - Depois de uma duvida cruel do que oferecer para as crianças, já que, fazer coxinhas sem gluten em grande quantidade e frita-las na hora estava fora de questão, decidi montar kits com:
Sanduíche de presunto e mussarela com pão de queijo 
Pão de queijo recheado com frango
Pão de queijo tradicional tipo coquetel 
Batatinha Rufles pequeninha


Criança é sincera e eu estava super insegura, imgina eles reclamando: só tem pão de queijo?? Mas, eles adoraram! Difícil achar um criança que não goste de Rufles e pão de queijo e o fato de ter montados os Kits facilitou muito para servir. Como fiz?

Comprei saquinhos de papel tipo de hambúrguer e montei 2 embalagens, uma com os pães de queijo recheado e comum, outra com o sanduíche. Coloquei dentro de embalagens de papel só que maiores, tipo de pão, junto com o pacotinho de batata Rufles. Em cada embalagem maior fiz uma tag, tambem utilizando desenhos da Isadora para decorar. Em casa, esses saquinhos serviram como 'marmitinha' para a família levar o bolo para casa. 
  
Imprimi em papel A4, recortei e coloquei com cola bastão.

Em casa- aproveitando o friozinho de julho, fiz como prato principal caldos de feijão e mandioca. Como entrada servi pão de queijo quentinho e quadraletes de mandioca com patê de berinjela. 

Caldo de Mandioca 
02 kg de mandioca
1/2 pacote de linguiça portuguesa cozida e defumada (usei da marca Sadia)
1/2 pacote de linguiça calabreza fininha cozida e defumada ( cerca de 200g)
300g de bacon (aproximadamente)
300g de carne para cozinhar ( usei chã de fora)
Óleo
Tempero de alho e sal e pimenta moída
Preparo:
Descasque, lave e pique a mandioca. Coloque em um panela grade, água com um pouco de sal para ferver. Assim que começar a borbulhar coloque a mandioca para cozinhar. 
Enquanto ela cozinha, na panela de pressão aqueça o óleo, coloque o tempero e sele a carne. Coloque água quente até cobrir e deixe cozinhar até a carne ficar bem macia, desfiando.
Assim que a mandioca estiver bem cozinha, passe-a no liquidificador ou processador com a própria água em se usou para o cozimento (a mandioca tem uma liga incrível e 'pesa' no liquidificador, então bata aos poucos), separando alguns pedacinhos inteiros.
Em uma panela aqueça óleo suficiente para fritar o bacon e a linguiça. Escorra o excesso de gordura, acrescente tempero e deixe encorpar. Coloque a mandioca batida e refogue bem. Desfie a carne e acrescente ao refogado junto com os pedacinhos de mandioca inteiro. Acerte o sal se preciso e deixe ferver bem, mexendo sempre para não agarrar na panela. Se estiver grosso você pode colocar o caldo em que cozinhou a carne ou água mesmo, tendo cuidado para não ficar salgado.

Caldo de Feijão  
1/2 kg de feijão
1/2 pacote de linguiça portuguesa cozida e defumada (usei da marca Sadia)
1/2 pacote de linguiça calabreza fininha cozida e defumada ( cerca de 200g)
400g de bacon (aproximadamente)
Óleo
Tempero de alho e sal, folhas de louro
Preparo:
Cozinho o feijão até ele começar a desmanchar, bata no liquidificador com o próprio caldo e com água filtrada se for preciso. Mas, com cuidado para não ficar aguado.
Frite o bacon e as linguiças, escorra o excesso de óleo, acrescente tempero e 2 folhas de louro, deixe o tempero encorpar e refogue o caldo de feijão. Deixe ferver bem tomando cuidado para não agarrar no fundo da panela. 


Quadraletes de Mandioca com Patê de Berinjela

Ingredientes:
02 berinjelas medias
01 pimentão vermelho
01 pimentão amarelo
01 cebola pequena
300g de azeitona (aproximadamente)
300g de uva passas
Sal e Azeite
Preparo:
Corte a berinjela, os pimentões e a cebola em cubinhos pequenos, pique a azeitona retirando o caroço. Em um tabuleiro misture todos os ingredientes, tempere com sal e regue com azeite até que cubra, não precisa deixar boiando no azeite é só até cobrir mesmo. Leve ao forno médio por aproximadamente 40minutos ou até que a berinjela esteja macia. Deixe esfriar e vire em um pote que feche bem. Coloque na geladeira até a hora de servir. Essa conserva dura em média 1 semana na geladeira.

Pão de queijo - comprei pronto, da marca Maricota 



19 julho, 2011

Mundo Colorido da Isadora - Quitutes Doces

Quitutes doces que esse Mundo Colorido teve:


Brigadeiro -  Meu maior fraco nos aniversário é conseguir fazer brigadeiros com ponto certo para enrolar e enrola-los todos com o mesmo tamanho. Por isso, comprei aquelas latas prontas, verificando que Não Tinha Glúten, mas nada de conseguir todos do mesmo tamanho. Passei no granulado de bolinha coloridinho. Coloquei em forminhas quadradinhas e para dar um charme as forminhas, passei fitinhas coloridas nelas. 



Brigadeiro Branco de Colher com Morangos - a receita é a mesma dessa aqui. A unica diferença é que coloquei morangos picadinhos no fundo da tacinha e confets coloridos por cima. A mistura chocolate branco e morangos fez um sucesso!


Docinho de Leite Ninho - essa receita eu achei no site da Claudinha, o Feito a Mão. Ela usa essa massa para fazer docinhos modelados que ficam lindos. Eu fiz bolinhas mesmo, pelo tempo que era curto e pela falta de habilidade. Depois de fazer as bolinhas coloridas, passei-as em açúcar cristal. 
Ingredientes:
01 lata de leite ninho ( eu usei o da marca Cotoches)
01 lata de leite ninho menos 3 dedos de açúcar refinado
100 ml de leite de coco (eu usei 150ml)
Corante alimentício em gel
Preparo:
Coloque o leite ninho em um vasilha e misture o açúcar, acrescente o leite de coco e misture tudo até obter um massa lisa e homogênea que não grude nas mãos. Separe em pequenas porções para ficar mais fácil manusear. A Claudinha fala que no inicio você acha que nunca vai conseguir dar o ponto, mas com paciência você chega lá, é pura verdade ... 
Vá molhando as mãos em água filtrada que ajuda a massa a ficar mais molinha e precisar menos de leite de coco. A regra é a seguinte: mais leite de coco se ficar duro, mais açúcar se ficar mole.
Depois que obter o ponto certo -lisa, homogênea e que não grude nas mãos, separe a massa nas porções que se quer tingir e pingue gotinhas de corante, um pouquinho de cada vez até obter a cor desejada. Faça as bolinhas, passe no açúcar cristal e coloque nas forminhas.




Como o tempo esta muito seco, a massa estava ressecando rapido, então eu separava pequenas porções da massa já tingida e coloca alguns segundos no microondas, assim conseguia modelar melhor a massa.


Pirulitos do Chaves - comprei o pacote do tamanho menor. Nem as crianças dão conta de tanto açúcar né! Coloquei em um cachepó amarelo que comprei na loja de festas por R$ 2,99 e que agora está com um crisântemo no quanto da Isa.



Marshmallow - coloridos e sem gluten. Coloquei numa caixinha com bolinhas coloridas super fofa que combinou muito com o tema. Para personalizar coloquei algumas tags que fiz para os cup cakes. 


Bolo de Chocolate - eu tinha que fazer dois bolos, um para a escola e um para casa. O primeiro, ficou perfeito, não quebrou, não queimou, ficou ótimo. Já o segundo... aconteceu tudo que não podia acontecer! Como deixei para fazer os bolos no dia já que não teria geladeira suficiente para guardar tudo, tive que improvisar e para o parabéns em casa, usei cup cakes. 
A receita de bolo foi a de sempre -até queria uma diferente, mas o tempo não me deixou testar, por isso a tradicional já testada e aprovadíssima entrou em cena outra vez. Essa aqui. Recheie com doce de leite e decorei com chantily tingido com o mesmo corante em gel que usei nos docinhos de leite ninho. Vamos combinar que não ficou nenhuma obra de arte, mas bem gostoso! 


Cup Cake de Chocolate - também a receita básica e já aprovada. Essa aqui. Com diferencial de usar chantily para decorar.

Cup Cake de Baunilha - esse é novidade! Primeira vez que fiz essa receita que adaptei de um revista que tenho em casa e foi aprovadíssima. Facil e gostosa.
Ingredientes:
125g de farinha de arroz
125g de açúcar
125g de manteiga
02 ovos
1/2 colher de chá de essencia de baunilha
04 colheres de sopa de leite (na receita original pedia 2, mas coloquei 4 para a massa ficar mais liquida)
01 colher de chá de fermento em pó
Preparo:
Junte todos os ingredientes, exceto o leite, bata na batedeira até misturar tudo. Acrescente o leite e bata mais um pouquinho. Coloque em forminhas para cup cake e leve para assar em formo preaquecido por 20 minutos. Eles crescem bem. 

Tanto no cup cake de chocolate quanto no de baunilha eu fiz um buraco no meio e molhei com uma mistura de leite de coco e leite condensado. 


No próximo post conto os quitutes salgados que esse Mundo Colorido Gluten Free teve. 
Espero que vocês se animem e também tenham várias comemorações gluten free para contar!!

18 julho, 2011

Mundo Colorido da Isadora - O Convite

Sempre que vou preparar o aniversário das crianças, pego meu bloquinho de anotações e rascunho tudo que pretendo fazer e o que vou precisar. 


Divido por seções: comes e bebes, decoração, lembrancinha, lista de convidados, convite, materiais (copos,pratos) vou anotando tudo. Isso facilita muito ver o que já tem em casa e na hora de comprar o que falta, a cor, tamanho, quantidade, além de se ter um previa dos gastos e ver a viabilidade das ideias. Depois de tudo no papel é hora de botar a mão na massa!!


Para o convite, tinha pensando em fazer algo bem colorido, com bolinhas e listrinhas. Mas, remexendo no armário achei um desenho que a Isa tinha me dado e plin veio a ideia de usar esse desenho como background para o convite e assim ficou:




Normalmente faço o convite e levo em uma gráfica rápida para imprimir. Esse ano resolvi imprimir em casa mesmo, o custou foi bem menor e a qualidade, a mesma. Usei papel verge marfim e minha impressora é a jato de tinta. 



Esses foram para os amiguinhos da escola. Para a família mudei o endereço para: 'lá em casa às 19h', enviei por email e  liguei em seguida para confirmar o recebimento e a presença de todos.
Adorei o resultado! E vocês gostaram??

Não precisa ser expert em photoshop para fazer um assim -eu não sou! Você pode fazer colagens com cada parte e depois escanear tudo. Colar no word mesmo e imprimir. 

Mundo Colorido da Isadora

Hoje é aniversário da minha pequena. São 6 anos de muita alegria e muita cor!! Como todos os anos fizemos um bolinho para comemorar esse dia tão especial.




A tradição aqui em casa é assim: bolo na escola para comemorar com os amiguinhos de lá e bolo em casa para a família! Coisa simples mas com muito carinho. Foram poucos os aniversários em que alugamos salão e fizemos 'grandes' festas. 

Sempre faço a maior parte das coisas, mas encomendava algumas também como o bolo ou algo da decoração. Esse ano resolvi fazer tudo, as comidinhas pelo risco de contaminação e a decoração porque gosto e o tema não se acha pronto: O MUNDO COLORIDO DA ISADORA!

Porque esse tema? Quem conhece a Isadora sabe o tanto que ela gosta de desenhar e colorir. Quer agrada-la? de a ela uma caixa de lápis de cor e folhas de papel. Outra dia a professora da escola veio me mostrar que separou uma caixinha só para guardar os desenhos e bilhetinhos que a Isa faz para ela. Então, nada mais original que uma festa colorida, cheia de vida, como minha pequena!

Ao longo da semana vou contando para vocês como fiz tudo e as receitas que usei. Tive apenas um semana para organizar tudo, então não posso negar que deu trabalho e que no dia estava muito cansada. Mas ficou tudo tão lindo e a Isa tão feliz que valeu a pena!

PARABÉNS MINHA PRINCESA!!

17 julho, 2011

Doença Celíaca na Mídia - Programa Bem Estar

No inicio do mês o programa Bem Estar da Rede Globo exibiu uma edição sobre Doença Celíaca.


O programa em si, na minha humilde opinião, foi bem fraco. 1 hora para se falar de Doença Celíaca, uma intolerância com várias particularidades que muitos médicos desconhecem é pouco, dividindo esse tempo com 'o porque soluçamos' e a greve dos metroviários de São Paulo então!!
Mas, mesmo assim foi uma divulgação da Doença Celíaca em uma 'grade' mídia, o que é muito válido!
Link para o programa:

Após o programa a Dra. Vera Lúcia Sdepanian respondeu a perguntas enviadas ao programa. Essa parte sim é muito boa. Segundo matéria na página do G1, "Vera Lúcia esclareceu, ainda, que os celíacos podem comer os mesmos alimentos que alguém sem a doença, desde que na composição não haja glúten. Esses itens podem ser preparados com substitutos como milho, mandioca, tapioca, polvilho, batata e arroz."

Link para a entrevista - pós programa

16 julho, 2011

Lasanha de Batata

Mais uma receita com a rainha aqui de casa, a batata !!! Não dá trabalho nenhum fazer e sacia o desejo de comer lasanha!


Ingredientes:
06 batatas medias 
300g de presunto
300g de mussarela
Molho de tomate (usei molho pronto)
Sal a gosto

Preparo:
Lave bem a batata e cozinhe-a com casca em água e sal. Quando estiverem macias, escorra a água, tire a casca e corte-as na transversal. Faça camadas com molho de tomate, batata, mussarela e presunto, salpicando um pouco de sal para temperar, repetir e finalizar com molho e mussarela. Leve ao forno para gratinar e está pronto.




Para as crianças (que precisam ganhar peso) acompanha de arroz e salada de folhas. Para os adultos (que precisam manter/ perder o peso) apenas de salada... rss 


ps. pode-se substituir a batata por berinjela ou abobrinha verde.

Punta Del Leste - Parte III

Em nosso ultimo dia no Uruguay fomos conhecer o balneário mais luxuoso da America do Sul, Punta Del Leste. 



A viagem entre Montevideo e Punta dura em média 2h. Durante o trajeto existe uma bela paisagem e lugares impossível de não se visitar como a cidade de Piriápolis e a Casa Pueblo. 


Piriápolis que fica a 100km de Montevideo tem um mirante com um vista maravilhosa e a capela de Santo Antonio para quem ainda não casou e quer casar ter uma palavrinha com o santo casamenteiro.  





A Casa Pueblo é o atelie de um dos artistas mais famoso no Uruguay, Carlos Paez Vilaró, que tem/teve muita influencia de nada mais nada menos que Picasso. Fica em Punta Balena, logo depois de Piriápolis. Uma visita encantadora!




Chegando em Punta visitamos o famoso bairro de Beverly Hills, onde ficam as 'casinhas' dos milhonarios de várias lugares do mundo. Passamos pelas principais ruas de Punta e passeamos pela orla, onde em uma ponta está o rio de La Plata e da outra o oceano Atlântico e no meio o encontro dos dois.


Paramos no porto para almoçar e experimentamos outra delicia tradicional do Uruguay, em especial de Punta, os pescados. Até eu que não sou fã de peixe, amei !! Esse ai é badejo recheado com salmão e alcaparras, acompanhado de um molho sensacional! Uma opção deliciosa e sem glúten!!




Não podíamos deixar de visitar o mais famoso cartão postal de Punta Del Leste, o monumento La Mano e também dar uma passadinha em um Cassino, super comum por lá. O mais famoso é o do hotel Cassino Conrad, mas como nosso tempo estava curto fomos em um próximo a orla e a escultura da mão. Vale contar que joguei 20 pesos uruguaios e ganhei 240!?!?!?!





Na volta paramos no shopping Punta Carretas onde jantamos e nos despedimos desse país encantador!

Viajar é viciante ... sempre deixa um gostinho de quero mais!!

04 julho, 2011

Montevideo - Parte II

No segundo dia em terras uruguaias tinhamos 2 coisas importantíssimas à fazer: visitar o Estádio Centenário e achar a Nutriciencia, loja de produtos sem glúten que encontrei nesse link aqui


Pegamos um taxi do hotel até o Estádio, onde também fica o Museo Del Futebol. O museu tem como guia um senhor super simpático e uma exposição riquíssima tanto do futebol uruguaio, quanto do futebol argentino e brasileiro. Vale muito a pena conhecer!!






O estádio em si é bem feio comparado ao Mineirão, nem por isso deixa de ser uma visita emocionante para amantes do futebol !!!






A Nutriciencia fica entre o Estádio Centenário e o Shopping Tres Cruzes, com o mapa nas mãos não foi dicifil achar. O endereço que tinhamos era da fabrica que possui um lojinha que nos encantou!! Quando entramos tivemos a sensação de ter descoberto ouro tamanha a nossa felicidade em ver os produtos expostos ali. Era massa fresca de lasanha, discos de pizza, pães, sanduiches frios, tortas doces e salgadas, biscoitos, macarrão tipo fetuttine (que nunca achei por aqui), misturas para pães e tortas, a tão falada goma xantana e o Alfajor Sem Glúten.








Depois desse paraiso, fomos até o Shopping Tres Cruzes e almoçamos o famoso Chivito, na rede La Passiva. 




O chivito, uma especie de sanduiche aberto, acompanhado de batata frita, é uma opção para os celíacos, desde que sem o pão que acompanha alguns! Não gostamos do shopping, sempre muito cheio devido ao terminal rodoviario e pequeno. Do shopping seguimos para o centro onde visitamos o Museo de Historia del Arte e o Museo Del Automóvil Eduardo Iglesias.




Após essa aula de cultura e volta ao passado, paramos para descansar e nos aquecer com um delicioso capuccino acompanhado de churros com dulce de leche.




Depois de refeitos fomos ao DISCO,  maior rede de supermercados por lá. Melhor lugar para se comprar vinhos nacionais e firulinhas típicas para trazer para o Brasil com o preço bacana!

Como na Argentina o tango é uma tradição cultural no Uruguay e o Bar FunFun é um ícone dessa cultura, portanto, não podíamos deixar de ir. Fica bem próximo ao Teatro Solís, um lugar pequeno e aconchegante onde você tem a oportunidade de saborear um delicioso vinho ao som de um legitimo tango uruguaio. Uma boa dica é chegar cedo ou fazer reserva de mesa.

video
Se você quer ver um show de tango -com danças, tipo Broadway dever ir no El Milongon


Adoramos!! Dia perfeito!!

02 julho, 2011

Legumes ao forno

Pra esses dias friozinho nada melhor que uma comida quentinha
se for nutritivo então...



Legumes ao Forno
Você pode usar a criatividade e os legumes que tiver na geladeira, eu usei:
06 batatas medias
01 cenoura com casca
1/2 abobrinha verde com casca
1/2 chuchu com casca
01 cebola
Queijo parmesão ralado, Fatias de presunto, 1/2 xícara de bacon já frito e 2 colheres de sopa de manteiga
Sal e pimenta moída a gosto.


Preparo:
Cozinhe os legumes em água até que estejam tenros. Escorra a agua e corte-os em rodelas. Ajeite em uma travessa que possa ir ao forno, as batatas, a cebola,  cenoura, a abobrinha e o chuchu salpicando sal e pimenta moída entre as camadas. Acrescente o presunto 'rasgadinho', o bacon e salpique queijo a gosto. Distribua a manteiga por toda a travessa e leve para gratinar. Assim que o queijo dourar está pronto. É uma otima opção de jantar leve, nutritivo e saboroso

01 julho, 2011

Montevideo - Parte I

Para comemorarmos o 9º aniversário de casamento, nosso destino foi a capital do Uruguay, Montevideo. 
Rica em cultura e belezas arquitetônicas além de um gastronomia deliciosa, Montevideo apresenta várias opções de lazer, seja para quem gosta de museus e cafés, seja para quem gosta de shoppings, seja para quem gosta de comer bem ou para quem gosta de todas essas opções, meu caso!!! 
Ficamos 4 noites e 3 dias completos, o suficiente para descansar e morrer de saudades dos pequenos!!! Antes de viajar fiz várias pesquisas, de preços, pontos turísticos, o que é típico da culinária e onde poderia encontrar quitutes sem glúten para trazer para o Brasil. Tinha uma missão: encontrar um alfajor sem glúten e não poderia falhar!!

Escolhemos ir pela Pluna, além de oferecer melhor tarifa voa direto de Belo Horizonte para Montevideo. Mas, se você também fizer essa escolha esteja ciente de que a alimentação durante o voo não esta inclusa no valor das passagens, você paga na hora, e a Pluna não oferece alimentos sem glúten, a pesar de ter uma salada em seu cardápio a aeromoça não garantiu a total isenção de glúten.

Chegamos numa quarta feira a noite, bem na hora do 1º jogo da final da libertadores. Queriamos muito ir ao jogo, mas com os ingressos esgotados corriamos o risco de encontra-los nas mãos dos cambintas a preços exorbitantes, então fomos jantar e assistir ao jogo no Café Tribunales um marco na cidade e a 2 ruas do nosso hotel, o Lafayette.

No dia seguinte, fizemos um city tour que ganhamos da agencia onde compramos o pacote. O city tour dessa vez foi muito proveitoso. Conhecemos vários pontos turísticos, sua história e decidimos em qual voltar depois. Passamos pela Plaza Independencia (onde está a porta da Cidadela), o Teatro Solís (mais antigo da cidade), a Ciudad Vieja, bairros residenciais como Punta Carretas e Pocitos, o Terninal e o shopping Tres Cruzes (onde fica a rodoviária e um shopping - como o Via Shopping Barreiro aqui em Belo Horizonte), visitamos a 'Rambla' (como eles chamam a orla) e muitos outros lugares.

Terminamos o city tour por volta de 12:30h na porta do Mercado Del Porto, um centro gastronômico tradicionalíssimo em Montevideo. Um lugar perfeito para comer uma verdadeira parrilha uruguaya e experimentar o famoso Medio y Medio, um mistura de espumante e vinho branco. 



Para minha surpresa, no El Palenque, tinha no cardápio como sugestão da casa uma cerveja sem glúten!!


Depois desse delicioso almoço, caminhamos até a Av. 18 de Julio, a principal avenida de Montevideo, apreciando cada cantinho de história oferecido por esse povo tão simpático.